JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

Principais esportes para crianças

Dúvidas sobre nossa programação?
Ligue agora mesmo para (61) 98454-9958 (com WhatsApp).
IMG_4707

Muitas vezes, na hora de escolher um esporte para os filhos, os pais ficam em dúvida da melhor opção. Devemos salientar, antes de tudo, que qualquer esporte é positivo no desenvolvimento infantil e há cada vez mais opções sendo oferecidas para a prática das diversas modalidades esportivas, entretanto, algumas modalidades são mais conhecidas das crianças, o que pode atrair um interesse maior por parte delas.

Essas modalidades correspondem aos quatro esportes coletivos ensinados na maioria das escolas: futebol ou futsal, vôlei, handebol e basquetebol. As opções individuais, como natação, judô e tênis, também são interessantes e podem oferecer vantagens diferenciadas. Combinar dois ou mais esportes, sem que haja carga excessiva é uma ótima ideia.

Se você quer conhecer um pouco mais sobre os principais esportes para crianças acompanhe a seguir as informações que separamos.

Natação

Normalmente, os pequenos iniciam sua vida esportiva na natação. Isso porque o ambiente aquático permite que o esporte possa ser praticado de forma lúdica pelos bebês com meses de vida. Os pais também buscam ter uma maior segurança, fazendo com que seus filhos saibam nadar e evitando que acidentes possam acontecer.

Além disso, a atividade é muito indicada por médicos para crianças que apresentam problemas respiratórios, como a bronquite ou a asma. O asmático apresenta excesso de ar nos pulmões, o que acarreta em dificuldade de expirar. Ao nadar, há uma melhora o fluxo de ar, amenizando o problema.

A constante expansão do diafragma e a necessidade de respirar pela boca também ajudam a melhorar a respiração e a fortalecer os órgãos e músculos envolvidos no processo.

Outros pontos positivos são o fortalecimento do sistema cardiovascular, que melhora a circulação sanguínea, e o desenvolvimento da musculatura corporal por completo, já que a natação trabalha todos os músculos do corpo.

É importante ter cuidado e atenção para que os menores de 10 anos não tenham uma carga de treino alta no esporte, provocando o efeito contrário e prejudicando grandes articulações, como a do ombro. Até essa idade, a atividade em meio aquático deve ser realizada sem cobranças de performance ou tempo.

Judô

O judô é uma das práticas esportivas favoritas das crianças. A sua filosofia é cultivar a não-violência, o respeito e a disciplina. Esses conceitos são fundamentais de serem ensinados e aprendidos na infância, desenvolvendo, além dos aspectos físicos e emocionais, os sociais de valor e de respeito.

O esporte é contemplado com um grande número de regras e comportamentos que as crianças devem respeitar, afinal, a disciplina é um dos pontos mais importantes na prática do judô. Além disso, cada turma tem um mestre, que é responsável por passar os ensinamentos ao qual as crianças devem respeitar, o que reforça o aprendizado de sempre dar ouvidos aos mais velhos.

Além dos benefícios comportamentais, a luta permite que os pequenos desenvolvam uma gama de gestos motores que envolvem a coordenação, a força, o equilíbrio e a velocidade.

Outro fator importante que é trabalhado no judô é a estimulação do raciocínio tático. Como o esporte é muito veloz, ele obriga seus praticantes a tomarem decisões rápidas de acordo com os movimentos realizados pelos adversários.

Por fim, mesmo sendo um esporte individual, também é possível trabalhar a coletividade, pois o treinamento é realizado sempre em equipes que representam um time. Sendo assim, quando uma criança está lutando contra outra, ela desempenha um papel individual, mas com o apoio de todo o grupo, o que garante que ela lide com sentimentos de conjunto, além de poder socializar com outras pessoas.

Tênis

O tênis é um esporte que pode ser jogado tanto individualmente como em duplas. Uma das grandes vantagens de optar por ele na infância é o desenvolvimento mental que a modalidade oferece. Os tenistas precisam ter um grande controle emocional e serem muito estrategistas.

Além disso, há um intenso trabalho de habilidades motoras complexas, como o controle motor fino, que é utilizado em algumas jogadas de voleios e curtinhas.

A coordenação, a agilidade, a flexibilidade e o tempo de reação são características muito trabalhadas no tênis. Assim como em outras modalidades, o esporte também pode ser adaptado para as crianças, com o mini tênis. Nesse modelo são utilizadas bolas com peso diferenciado, além de uma rede e um espaço físico menor.

Cintra IT - Seu site profissional responsivo! Ligue (61) 98416-7091
Vôlei

Diferentemente de todos os outros esportes coletivos, em que uma criança pode conduzir a bola sozinha e decidir uma jogada, o vôlei precisa da participação de três atletas em cada lance. O primeiro recepciona a bola, o segundo faz o levantamento para que um terceiro possa atacar.

A modalidade é uma das mais complexas dentre as jogadas em equipe, já que seus gestos não se assemelham aos outros esportes. Um ponto positivo do vôlei é que as crianças que o praticam utilizam muitos gestos que se relacionam a habilidades fundamentais, como saltar, agachar, receber, rebater, lançar, deslocar etc.

Devido à complexidade das tarefas e a exigência de força e técnica para conseguir colocar a bola do outro lado da rede, o vôlei costuma ser ensinado de forma lúdica e adaptada.

Muitas vezes o mini vôlei é utilizado para introduzir o esporte. Nele, as regras e os fundamentos são flexíveis. A distância do saque, a largura da quadra, a forma de contato com a bola, entre outros, podem ser modificados, o que permite que a criança se desenvolva enquanto joga, aprimorando suas ações e adquirindo confiança.

Basquete

A prática do basquete tem crescido no Brasil nos últimos anos. O esporte é um dos únicos jogados em equipe que a criança também pode treinar sozinha. Basta uma cesta e uma bola para a diversão começar. Quem tem espaço em casa, inclusive, pode adquirir os equipamentos para que os pequenos se divirtam nos momentos de lazer, praticando uma atividade física.

Assim como todas as outras modalidades coletivas, ele desenvolve a sociabilidade, o trabalho em equipe, o compromisso com os colegas e o respeito ao adversário.

O aprimoramento de habilidades manuais para controle de bola, arremesso e passe são garantidas às crianças que jogam o basquete. Além disso, elas também desenvolvem a rápida troca de direção, o que proporciona uma maior agilidade.

Futsal

O futsal é o esporte mais famoso entre as crianças no Brasil. Derivado do futebol, a modalidade atrai um grande número de praticantes devido à sua maior praticidade, já que precisa de um número menor de atletas e um espaço menor que um campo, que normalmente é encontrado nas escolas.

O fato de o futsal estar entre os esportes favoritos dos meninos e meninas contribui para que eles se mantenham mais tempo na equipe. Além disso, o grande número de jogadores permite que haja uma boa quantidade de torneios infantis, fazendo com que os pequenos vivenciem a disputa saudável, aprendam a competir, desenvolvam o controle emocional e aprimorem cada vez mais as habilidades.

Devido ao deslocamento constante em quadra, o futsal traz como uma de suas vantagens a melhora no condicionamento físico. Por ser popular e jogado em todos os lugares, é uma ótima opção de atividade física para aquelas crianças que estão acima do peso.

A familiaridade com a bola de futsal pode fazer com que os menos habilidosos, e menos ágeis se sintam mais confiantes ao iniciar uma modalidade esportiva.

Handebol

O handebol é uma opção perfeita para trabalhar a performance motora das crianças. O esporte coletivo é desafiador e apresenta gestos e técnicas que se assemelham e ajudam o rendimento em outras modalidades.

Esse é o caso do quique da bola, que pode ser positivo para o basquete, no posicionamento e deslocamento em quadra, e que pode auxiliar na hora de jogar futsal. Além disso, ele traz consigo todos os outros benefícios que os esportes coletivos trazem às crianças.

Muitas vezes, para adaptar as crianças a essa prática que não é tão comum, algumas estratégias são utilizadas pelos professores de educação física. Uma delas é iniciar os pequenos no esporte por meio do mini handebol, que adapta o tamanho da bola, da quadra e simplifica as regras. Essas mudanças podem atrair uma maior atenção e participação das crianças, já que o jogo se torna mais simples.

Gostou do post? Quer saber mais sobre a iniciação esportiva? Entre em contato com a gente para tirar suas dúvidas, conferir como podemos ajudá-lo ou simplesmente bater um papo! Esperamos você!

Cintra IT - SCintra IT - Tudo para sua empresa ou negócio viver bem na web.

Veja Mais

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através do navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.